Do you speak English? | Parlais vous Français?

Enquanto houver quem defenda o Estivill na minha presença (física ou virtual).....

o Estivill é pediatra, neurofisiólogo e dono da conhecida Clínica do Sono com o seu nome (http://www.doctorestivill.com/). O seu método, está assente numa excelente máquina de marketing mas carece de fundamentação teórica. Ou seja, o seu método popularizou-se pela capacidade de venda da estrutura em que se sustenta e pela necessidade dos pais em dormir para ir trabalhar no dia seguinte e/ou de ter um filho que cumpre com as expectativas da maioria i.e. que dorme tranquilo muitas horas.
Acontece que a história da humanidade e as investigações tanto da pediatria, pedopsiquatria, psicologia, etnografia, antropologia e etnopediatria, neurciência, desmentem este mito de que um bebé humano, alimentado a leite materno , durma muitas horas.
Um recém nascido, alimentado a leite materno, necessita de mamar, no máximo, de 3 em três horas (vejam que escrevi no máximo, é raro o bebé que aguenta mais e quase todos fazem intervalos menores) e isto acontece 24 horas por dia. Não há um botão que permite desligar o estado fisiológico normal de um bebé (sono e vigília) durante a noite para que este passe a dormir 12 horas seguidas.
Se o bebé for alimentado a leite em pó ou de vaca, cujos factores de crescimento são adequados para crias não humanas, dormirá mais horas porque levará mais tempo a conseguir digerir a alimentação e porque o leite de vaca existe para satisfazer as necessidades dos bezerros, muito maiores e sedentários do que u bebé humano. Se colocarmos papa no biberão do bebé, mais horas ainda este dormirá mas encontrarão revisão bibliográfica suficiente para vos convencer de que não há nada de saudável nesta prática.
Quanto ao chorar até adormecer (método á anteriormente popularizado por Richard Ferber e amplamente contestado por especialistas de todo o mundo), está comprovado que não leva a um sono profundo e relaxado mas sim a uma sobrecarga do cérebro do bebé/criança com cortisol o que o danifica. Ou seja, não conseguindo dar resposta ao aumento de cortisol (só ara nomear a substância mais conhecida) o bebé/criança literalmente desliga as suas funções e "adormece" mas não está em sono profundo. Mais, está também comprovado que o bebé/criança não aprende a dormir, o que aprende é que é inútil chorar porque o seu choro não será respondido.
Se não houvesse 1001 investigações a contrariar as ideias do Estivill, podia-os olhar para todas as sociedades não industrializadas e/ou para humanidade antes da revolução industrial (tão bem estudada pelos arqueólogos e historiadores) e veríamos que não há registo ou memória de métodos para adormecer bebés. Aliás, só há cerca de 90 anos (período vitoriano) é que se criou a ideia de que mãe e bebé devem dormir separados: Também conhecemos os métodos de puniçã física aplicada às crianças no periodo vitoriano e felizmente já evoluímos no sentido de os considerar um atentado aos direitos humanos mas infelizmente, no que ao sono diz respeito, não só mantemos práticas violentas como temos médicos que as preconizam.
Os autores e investigações médicas que desmentem o Estivill são muitos, posso nomear alguns: Meredith Small (antropóloga); Penelope Leach (psicóloga); Gordon Neufeld (http://www.gordonneufeld.com/); Bowlby J (pai da pedopsiquatria); Juan Campos (Psicoterapeuta); T. Berry Brazelton (http://www.brazelton-institute.com/index.html), carlos gonzalez (pediatra); John Holt (educador); Winnicott (psicanalista)... são tantos que não consigo lembrar de todos.
Para ficarmos só em Portugal, vejam o que diz o Daniel Sampaio e o Eduardo Sá sobre o assunto. Citando Daniel Sampaio "A nível da família, constato muitas vezes uma diminuição do prazer dos adultos no convívio com as crianças: vejo pais exaustos, desejosos de que os filhos se deitem depressa, ou pelo menos com esperança de que as diversas amas electrónicas os mantenham em sossego durante muito tempo. "
Espero ter rebatido o argumento de que o Estivill está bem documentado e apelo agora ao coração com este vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=i6_t100Nj2Y&feature=player_embedded
o meu coração fica despedaçado a ouvir uma criança a chorar desta forma e isso basta-me para saber que algo está errado com o tal método Estivill.



Bookmark and Share

2 comments:

  1. Este homem faz-me ter vontade de dizer coisas pouco politicamente correctas (tu argumentaste muito correctamente aqui). Porque acredito que estes seus métodos devem ter raízes profundas dentro dele próprio (nada é ao acaso).

    Além disso, segundo dados apresentados numa conferência em que eu própria estive presente, há sérios motivos para duvidar dos dados estatísticos por ele (tão orgulhosamente) apresentados. De facto, o seu método assenta numa "máquina de marketing" como referes e bem.

    Bjs

    ReplyDelete
  2. Infelizmente parece haver cada vez mamãs adeptas desse método. Muitas vezes revela-se inutil tentá-las chamar à atenção. Acham que ao "ensiná-los" a dormir estão a educá-los e dar-lhes regras... fico triste.

    ReplyDelete