Do you speak English? | Parlais vous Français?

O verdadeiro preço de uma couve

Eu antes de ser agricultora, não podia imaginar o verdadeiro sentido da pressão que existe para exterminar os pequenos agricultores. E não é exagerada a expressão exterminar.Pensava que era possível ser agricultor desde que se soubesse viver com pouco, mas essa não é a realidade a realidade é bem mais dura.
A competitividade é tal, agravada pelas exportações, dumping e subsídios direccionadas só a uma elite que vemos-nos obrigados a vender os nossos produtos a preços que não pagam nem a mão de obra e muitas vezes nem sequer o investimento que fizemos para produzir.
Nisto tudo fico feliz de dizer que contra todas as perspectivas existem agricultores biológicos que por terem outro emprego, por se sacrificarem para lá do humanamente exigido, por tiraram da sua reforma..., etc, vão conseguindo resistir e aparecer nos mercados biológicos com os seus produtos.

Ninguém faz a mínima ideia da gravidade da situação,ninguém tem ideia dos sacrifícios desta profissão. É tão injusto dizer que os preços que são praticados em agricultura biológica são caros, pois exceptuando raras excepções são resultados de trabalho não pago e investimento não reembolsado.

Ora façam as contas:
Um couve biológica passa 6 meses na terra, antes de ser colhida, durantes estes 6 meses, foi preciso:
- semeá-la
- transplantá-la
- cortar as ervas concorrentes
- controlar as pragas
- e por fim colher
- acondicionar
- transportar até ao local de venda

,antes disso foi preciso preparar a terra:
- lavrar ou fresar
- adubar
- criar as camas de cultivo
- montar sistema de rega

Digamos que o agricultor é bastante experiente e tem o processo algo mecanizado ( o que implica ter tractores e máquinas que custam para cima de 50 000€) e que durante estes 6 meses só teve de dedicar no total meia hora do seu tempo aquela couve.

Uma couve em agricultura biológica custa em média 1€/KG e uma couve chega a pesar 800gr mas mais de um kilo nem por isso, pode acontecer.

Agora eu pergunto:
-Quantas pessoas cobram menos de 1€ por meia hora de trabalho, e que com esse 1€ ainda dispensam uma parte para comprar e pagar:
-a semente biológica
-o fertilizante orgânico
- o sistema de rega , o motor e o combustível que o faz funcionar
- as ferramentas de trabalho ( enxada, ancinho, tractor)
- o carro para transportar as mercadorias....
- a certificação
- acondicionamento
-....

É preciso plantar milhares de couves e ter a sorte de ter um bom ano para rentabilizar este tipos de cultura.

Num sistema de agricultura familiar plantam-se de 10 a 1000 couves, neste sistema uma couve custa entre 3 a 10€.

Se você pagar 1€ por esta couve pelo menos não diga ao agricultor que é cara, ele sabe-o bem, é ele que paga os restante 2 a 9€ que são precisos para a produzir, ele sabe bem que é cara.

http://permaculturaportugal.ning.com/profiles/blog/show?id=2722171%3ABlogPost%3A91301&%3BcommentId=2722171%3AComment%3A91873&%3Bxg_source=activity&xg_source=msg_mes_network

3 comments:

  1. Espectáculo de post. E vale para muita coisa além da couve (serviços inclusive).

    ReplyDelete
  2. Por isso é que a agricultura não dá, biológica ou não.
    Os meus pais sempre cultivaram as terras que têm, produzem batatas, cebolas, couves, cenouras, feijões, todo o tipo de fruta, you name it... Também têm um porco, galinhas, perús, coelhos e patos. Mas a minha mãe sempre disse que o único lucro que tem é saber que estamos a comer uma coisa saudável. Pois o dinheiro que se gasta para manter esta agricultura e animais, chegava e sobrava para os comprar no supermercado e não matava o corpinho a cavar e a arrancar ervas daninhas. E eu bem sei, que costumo ajudar nas tarefas agrícolas!
    Beijinho

    ReplyDelete
  3. Mel, não fui eu que escrevi, assim que possível ponho as aspas e itálicos

    marina, que sorte poderes participar no ciclo de produção dos teus alimentos :)

    beijinhos

    ReplyDelete