Do you speak English? | Parlais vous Français?

Lá estão elas, outra vez, a reclamar

“Em todas as cidades do mundo, a cada minuto e em cada momento, há mais mulheres a chorar, aos gritos ou em silêncio, do que qualquer pessoa – homem ou mulher – poderia imaginar. Choramos pelos nossos filhos, pelos nossos amantes, pelos nossos pais e por nós mesmas. Choramos de vergonha porque sentimos que não temos o direito de chorar, e choramos em paz porque sabemos que é a nossa hora de chorar. Choramos em gemidos e choramos em grandes soluços. Choramos pelo mundo em que vivemos. Mas, ainda assim, julgamos estar a chorar sozinhas. Sentimos que ninguém nos ouve. E agora devemos prestar atenção. Precisamos de pegar na mão desta mulher que chora, e consolá-la ternamente, senão ela – esse reflexo do eu colectivo feminino – transformar-se-á num monstro que ninguém deixará de ouvir.” “(...) ela vive neste momento, prisioneira embora ainda coberta de todas as suas antigas e aviltadas regalias. Ela parece uma criança embora não seja criança. Ele é a nossa mãe, nossa filha, nossa irmã, nossa amante. Ela precisa de nós, e nós precisamos dela. A feminilidade hoje é experimental e precária, algo mais definido pelo que não é do que por aquilo que é. Para algumas mulheres isso não é um problema. Elas superaram as complexidades das projecções e dos equívocos da sociedade e agora pairam acima das nuvens. Para a maioria, entretanto, as resistências que encontraram quando tentavam alcançar as alturas foram tão fortes que as suas asas agora pendem inertes, e elas não se aventuram mais. A feminilidade é uma dor colectiva de profundidade indescritível, e quando tentamos expressá-la, estamos sujeitas a ouvir: “Lá estão vocês outra vez a reclamar!” Enquanto isto acontecer, nada menos que toda a humanidade estará impedida de prosseguir na sua jornada até ao destino cósmico.” Marianne Williamson, in O Valor da Mulher Imagem do filme Lágrimas e Suspiros, Ingmar Bergman

http://adeusanocoracaodamulher.blogspot.com/search/label/Blogue

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

No comments:

Post a Comment