Do you speak English? | Parlais vous Français?

Ajuda-me a salvar a Horta do Monte

DESTRUÍDA PELA CML A 25 DE JUNHO | 7 DA MANHÃ.
http://s1295.photobucket.com/user/catiamaciel/slideshow/Horta/Horta%20do%20Monte%20Lisboa


Na Horta do Monte crescem flores e ervas aromáticas que perfumam as casas Lisboetas. EM que outro local da cidade se poderiam colher, de forma livre, malmequeres, sardinheiras, funcho, malvas, poejo, salva, arruda, hortelã, salva, cidreira, tomilho...


 
 




Na Horta do Monte, aprendemos como se constrói e como funciona um sistema de recolha de água e de rega.

Aprendemos, com quem sabe, a peneirar a terra para ficarmos apenas com a mais fofinha.






Aprendemos a construir espirais para as flores, primeiro separamos as pedras grandes da terra,... na Horta do Monte há muitas pedras porque antes de lá se fazer a Horta, era um espaço de vazamento de entulho.





Vejam só como ficou a nossa espiral, depois de as flores e ervas crescerem...




Na Horta do Monte há sempre gente a trabalhar, é muito raro, na cidade, haver pessoas a trabalhar ao ar livre e com tempo para explicar às crianças cada passo das suas tarefas. Aqui, construímos um móvel para armazenar os garrafões de água. Na Horta Armazenamos água em garrafões pois não temos torneiras.



Também armazenamos água em contentores que estão protegidos, do sol e calor, por casas de palha e terra. Vocês sabiam que a água, se for armazenada no escurinho, não se estraga?




Nós construímos um sistema de filtragem de água e rega. Aos 3 anos e meio eu sei exatamente como funciona.








Se não fosse tão complicado ter água, podíamos fazer mais lagos, eu gosto dos lagos. Sabiam que juntam muitos bichinhos?



Na Horta do Monte há Dentes de Leão



E caracóis



E flores de alcachofra



Vocês sabiam que há quem coma todos eles?
 
Eu não gosto de comer caracóis, Dente de Leão e alcachofra mas gosto de outras coisas que crescem na horta... alface, flor de borragem, beterraba, fava, acelga... eu sei que muitas pessoas não sabem que existe a acelga mas, existe e está na Horta do Monte. Venham ver que eu mostro.
 
 

Esta é a flor de calêndula que a minha mãe mistura com azeite para fazer um curativo para as minhas feridas.

 
A Horta do Monte tem muitos degraus. No início eu só andava para cima e para baixo. 


Um dia, aprendi a fazer degraus novos e a reparar os degraus degradados pela chuva. Agora, quando chego à horta e vejo trabalho por fazer, vou buscar as ferramentas à casinha e ponho mãos há obra. Não há mais nenhum sítio na cidade de Lisboa que dê a uma criança este grau de autonomia.



 
 

 


A minha mãe conta que quando eu ainda não era nascido,  tudo o que existia na Horta do Monte foi feito por pessoas que gostam das plantas, da terra, dos bichinhos.... Diz que, antigamente, não existia nada no terreno da horta, para além de terra dura, ervas, cocó de cão, restos de obras e lixo.

As pessoas que gostam da natureza limparam o terreno...

 

Fizeram placas para dizer a toda a gente que ali havia nascido uma Horta Comunitária.


 Cavaram os canteiros...
 
Plantaram árvores que agora já tem flores e até frutos.
 
 
Semearam e plantaram muitas flores, legumes, ervas aromáticas...
 
 
 
 
 
 
 

 
Construíram caixas para a compostagem... muito importante para adubar a terra.

 















Começaram a organizar festas, pic-nics, aulas de yoga, grupos de meditação...
 
 
 
 
 Também construíram um baloiço...

... muitos e muitos baloiços mas os maus destroem-nos sempre.
 Agora, dizem que vão destruir a nossa horta... espero que compreendam que ela nos faz falta, quem sem ela não poderíamos a aprender tanto sobre a natureza, sem ela não podemos explorar e brincar e crescer ao ritmo das estações do ano.

Podemos visitar jardins mas não é a mesma coisa, nos jardins não podemos cavar, semear, plantar e colher flores, ervas, legumes e frutos.

Podemos visitar quintas pedagógicas mas são tão estruturadas que uma criança quase não se consegue sujar. As quintas de verdade são como a nossa horta, com terra, e trabalho para fazer e comida para colher. Sabes que estão quase, quase a chegar os morangos da Horta do Monte? Eu vi.

Podemos visitar hortas direitinhas, bonitinhas em que cada pessoa tem o seu canteiro mas, o que fazemos lá? quem nos deixará semear e saltar e fazer construções dentro dos seus canteiros vedados?

O que eu gostava mesmo, mesmo, mesmo, era de continuar a ter a Horta do Monte, grande, comunitária, um espaço de todos e para todos.

Se eu mandasse, criava bons acessos na Horta do Monte, respeitando todo o trabalho que já lá foi feito. Trazia também água para a Horta e criava um espaço público comum lá em cima, debaixo dos pinheiros, para que as pessoas pudessem ter mesas de pic-nic, caixotes de lixo com recolha, baloiços e um espaço para os cães fazerem as suas necessidades. Assim, todos os visitantes da horta ficavam satisfeitos.

Eu percebo pouco de dinheiro e não sei como se ia pagar a água e o trabalho de construir na horta o que faz falta mas imagino que não seja muito caro e que alguém consiga pagar algumas moedas para isso.

Era isto que eu queria para a nossa horta.

Ajuda-me a manter a Horta do Monte


Pela preservação da Horta do Monte - Projecto Comunitário - Assina a petição!

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2013N39744

O modelo de requalificação de hortas urbanas da CML (departamento de espaços verdes) prevê a entrada de máquinas industriais que irão criar grande impacto no terreno, destruir toda a biodiversidade existente, a estrutura do solo, as árvores e os arbustos plantados pela comunidade nos últimos 6 anos.
Todos os elementos criados no espaço no âmbito do projecto existente - a espiral de aromáticas, os sistemas de captação e filtragem de água da chuva e os bancos públicos construídos com técnicas de bioconstrução - também serão destruídos.
Pretendemos uma intervenção de requalificação mais humana e participativa, realizada com o acordo e participação das pessoas envolvidas, respeitando a identidade e características essenciais do projecto existente, das quais destacamos:
- a participação da comunidade
- os sistemas de captação, filtragem e retenção de água da chuva para rega, minimizando a dependência da água de rede
- as zonas de reciclagem de resíduos orgânicos
- a zona de cultivo de participação colectiva aberta ao público
- a plantação de várias linhas de árvores e arbustos ao longo do terreno como método de estruturação, sem a necessidade de construção de grandes muros de betão ou outros métodos de grande impacto.
As obras de intervenção por parte da CML (departamento de espaços verdes), previstas no terreno onde se situa a Horta do Monte são incompatíveis com o projecto e inviabilizam a sua continuidade.

A Horta do Monte é um projecto comunitário que visa promover estilos de vida mais saudáveis e sustentáveis nas cidades, através da prática de cultivo orgânico segundo os princípios da Permacultura, criar e fortalecer laços entre as pessoas das mais diversas faixas etárias, onde a partilha e a transmissão de conhecimentos aconteça.



Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

3 comments:

  1. Hoje há Assembleia Municipal no Fórum Lisboa (Av Roma) pelas 15h, com a excelsa presença de Sá Fernandes e António Costa.
    Eu não posso ir por estar a trabalhar, mas era uma oportunidade de fazer umas perguntas a estes energúmenos.

    ReplyDelete
  2. Ola...Obrigada, mesmo ...nao há muito mais a dizer, pois Aqui cabe o Coração do Mundo inteiro.

    contudo, fica uma "ins-piração" que chega do mais profundo em mim... A Vida vem em ondas com Mar.

    AbracU e Obrigada pelo excelente Trabalho e Exemplo.

    ReplyDelete