Do you speak English? | Parlais vous Français?

Quinta do Lobo Mau









Ulgueira:  http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-ulgueira-15137


Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

we are circuling, circuling toguedare


Em frente ao lago: 

- "mamã, a água está circuling"

- " a água está circling, como as pessoas na fogueira da montanha?"

- "é!.... we are circuling, circuling toguedare"
 
Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Usei, no meu filho, e gostei

Escalada em Sintra, Pedra Amarela
Continuamente, transformamos os nossos filhos - e as crianças em geral - em objectos.  É uma prática tão transversal e enraízada que nem nos apercebemos.

Quantas vezes já ouviste e repetiste expressões como:

"Dar-lhe balho", quando se trata de o teu filho, ou filha, tomar banho?


"Vesti-lo", quando trata de o teu filho, ou filha, se vestir?


"Dar-lhe de comer", quando se trata de o teu filho, ou filha, se alimentar?

"Adormece-lo", quando se trata do teu  filho, ou filha, adormecer?

Mas, a que gosto mesmo muito é quando os pais compram um qualquer artigo para os seus filhos e, ao recomenda-lo a 3º dizem algo como:

- "Usei, com o meu filho, e gostei".

- Então e ele, também gostou? É que se não gostou mesmo nada, talvez esse tal artigo/medicamento/ alimento tenha sido inútil, logo, não recomendável a outros pais.

Também há quem "use no" em vez de "usar com" o que dá algo como "usei no meu filho e gostei", ora cá está a mais elevada expressão de uma relação de confiança e parceria. 


Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Para os pais (homens)

O Livro que todos os pais (sim, os homens) deviam ler antes do nascimento dos seus filhos: 

www.marriageofsexandspirit.com/MSS_2Travis.pdf (copiar e colar no browser)

update, vídeo de apresentação: 




Pode Interessar, neste blog:
Casamento comunidade e tribo
  ᠅ Feira da Ladra ᠅ - Todas as Terças, descemos a rua quatro a quatro e rumamos à Feira da Ladra, onde vendemos, compramos, trocamos e respigamos mais do que ilusões. 





Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Strep B, azeite para bebés e tudo o mais que queremos saber antes de parir


http://www.sciencephoto.com/media/290176/enlarge
E logo o strep B que se cura, nada mais nada menos, do que com alho.S Um dentito de alho na vagina, diariamente, duranyte duas semanas.

Nos países onde se vende fármaco alopático para o strep B, este é uma simples pomada, com aplicador vaginal, cujo princípio activo é a alinina.

"grávidas a quem não é feito o rastreio do estreptococo B, nas (menos de metade) puérperas que estavam informadas da probabilidade de poderem estar colonizadas pela bactéria e transmitirem ao bebé a doença, panorama ainda pior (67%) nas grávidas seguidas nos centros de saúde; ou das grávidas que eram positivas no rastreio e que não são informadas do facto; ou até das uma em cada três que realizaram o rastreio fora da altura recomendada pelas normas internacionais…"


 Pois é,


e os pelos púbicos raspados e clisteres enfiados anus acima sem uma palavrinha que vá para além de um "abra as pernas e fique quieta"?

e as tesouradas que dão às mulheres sem qualquer necessidade?

e o cordão cortado antes de pulsar?

e a placenta arrancada sob gritos de dor e sofrimento e atirada para o lixo?  É o 3º estádio do trabalho de parto mas, olhando para o respeito com que se tratam os bebés, porque se haveria de esperar mais repseito pela placente? Nem refiro a parturiente porque, para essa, já sabemos que o repseito é nulo.

e as narinas dos bebés aspiradas?

e o vernix, protecção natural da pele, violentamente arrancado com bases lavantes químicas (ou será que não é uma violência enfiar um recém nascido que quer colo e mama numa bacia com água e detergente?)?

e as fraldas, roupas e demais embrulhos com que se impede que bebé e mãe se conheçam, pele com pele?

e os berços a que, insistentemente, obrigam as mães a relegar os seus bebés sob desculpa de que podem cair da cama? Senhores, adaptem as camas às necessidades dos bebés e não os bebés (o ser humano, às limitações das mentes que para aí engendraram camas tão pequenas quanto os seus conhecimentos sobre as necessidades humanas).

e a insistência para que a mãe largue o bebé sozinho, mesmo que em prantos, para actividades tão nobres como ir buscar comida ao outro lado do hospital? Motivo apontado? "Ele/ela tem que se habituar? What? no primeiro dia de vida?

e os braços esburacados por agulhas cheias de bacilos para a hepatite B? desculpem, hepatite B nas primeiras horas de vida? Só se for transmitida pelo pessoal hospitalar. E porque é que estas vacinas dadas à nascença são tão importantes para os bebés portugueses mas nem sequer fazem parte dos planos nacionais de vacinação de outros países? Trazemos a tuberculose e a hepatite B no código genético? Hum, ora digam lá se é isso?

e os pés picados horas após o nascimento para um diagnóstico que pode ser feito até um mês depois de nascer?



e o leite artificial que administram aos bebés? temos tantas justificações idiotas para o efeito quantos são os profissionais mal informados que por ai andam.

Sim, juntos podemos escrever uma enciclopédia sobre isto.

"poderia dissertar - vários artigos ou até preencher várias revistas - sobre as práticas obsoletas e inaceitáveis de hospitais e maternidades, muitos dos quais se afirmam «amigos dos bebés» (com amigos assim, quem precisa de inimigos!) em que as mães que estão no recobro não podem ter o bebé ao pé delas, com desculpas tão esfarrapadas como «porque incomoda as outras mães»; dos bebés que são retirados às mães quando nascem, sendo-lhes vedado um direito fundamental, que é o de mamarem na sala de partos, com base numa mentira escandalosa: o bebé «tem de ser aquecido», pretexto para o colocar debaixo de luzes quentes mas muito agressivas, quando o que ele precisa é de ser mantido quente, ou seja, precisa do enlevo dos braços e do peito da mãe, na penumbra, enquanto mama; podia lembrar a quantidade de serviços onde, numa cesariana com epidural, o pai é «corrido quase à vassourada» da sala de partos, esquecendo-se os profissionais que aquele espaço é uma sala de nascimentos e não de partos puros e duros; e até poderia mencionar o facto de só uma reduzida percentagem de puérperas de cesariana serem avisadas de que não deverão conduzir automóveis durante pelo menos seis semanas."


Mas eu já me sinto tão cansadinha de sermões aos peixes. Prefiro ocupar o meu tempo com quem queira mesmo ouvir falar do assunto. Mas mesmo, mesmo, mesmo porque já perdi a conta ao número de pessoas que pede informações e torce o nariz a toda e qualquer ideia que fuja ao seu pré-conceito sobre o que é a vida, gestação, nascimento, parto, amamentação, alimentação incluídos, obviamente. Nada contra, desde que não perguntem, encontramo-nos no tal "campo do meio".

Comentários meus às preocupações de  Eduardo Sá, no artigo que se segue:   http://www.paisefilhos.pt/index.php/destaque/5232


Entretanto já tanto que escreveu sobre tudo e todos que mais vale, fazer as perguntas, seguir os links e encontrar as respostas, por si só.

Sobre o Strep B:
http://rixarixa.blogspot.pt/2008/01/group-b-strep-information.html

http://www.waysofthewisewoman.com/dr-michel-odent-notes-obgyn-studies.html
http://www.healthychild.com/preventing-group-b-streptococcus

Sobre as acções rotineiras na assistência ao parto normal:

http://www.wombecology.com/

http://www.humpar.org/recomendaccedilotildees-da-oms-no-atendimento-ao-parto-normal.html


http://www.midwiferytoday.com/articles/tree_fruit.asp
http://www.midwiferytoday.com/articles/ed_babyschoice.asp
https://www.google.pt/#hl=pt-PT&sclient=psy-ab&q=world+health+organization+birth&oq=world+health+organization+birth&gs_l=hp.3..0i19l4.926.10005.23.10374.14.12.1.1.1.0.507.5043.4-10j1.11.0...0.0...1c.s3-9ZdkB92o&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796
 https://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=birth+natural&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&biw=1600&bih=796&um=1&ie=UTF-8&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=OH0NUP-BGMn5rAfs6PTHCA

Sobre o enema e tricotomia:
https://www.google.pt/#hl=pt-PT&sclient=psy-ab&q=enema+e+tricotomia++parto&oq=enema+e+tricotomia++parto&gs_l=hp.3...8895.9883.16.10086.6.6.0.0.0.0.478.1789.4-4.4.0...0.0...1c.zeGmv-nbON4&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796



https://www.google.pt/#hl=pt-PT&sa=X&ei=QXwNUIzINor3rQe7pJjICA&ved=0CFcQvwUoAQ&q=enema+and+shaving+birth&spell=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796


http://doulanatural.blogspot.pt/2011/12/episiotomia-dr-melania-amorim.html
Sobre a episiotomia: https://www.google.pt/search?um=1&hl=pt-PT&q=episiomomia&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&biw=1600&bih=796&ie=UTF-8&sa=N&tab=iw&ei=WH4NUPT9IIuP4gS31JjXCg

 

Sobre o nascimento da placenta e suas utilizações:
 https://www.google.pt/#hl=pt-PT&gs_nf=1&tok=Y8jrdA8aEP5ZI4WbfYU6vQ&pq=cord%C3%A3o%20umbilical&cp=11&gs_id=29u&xhr=t&q=placenta+birth&pf=p&sclient=psy-ab&oq=placenta+bi&gs_l=&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796


https://www.google.pt/#hl=pt-PT&sclient=psy-ab&q=placenta+uses&oq=placenta+uses&gs_l=hp.3...176974.177389.10.177633.4.4.0.0.0.0.0.0..0.0...0.0...1c.KA7thcANWBA&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796

Sobre o corte do cordão umbilical:
https://www.google.pt/#hl=pt-PT&sclient=psy-ab&q=umbilical+cord+delayed&oq=umbilicard+cord+de&gs_l=hp.1.1.0i13j0i13i30l3.19311.22761.5.25971.18.17.0.0.0.0.445.6735.3-11j6.17.0...0.0...1c.LnMJPFe2YrM&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796



Sobre o vernix:
http://www.hip-chick-pregnancy-guide.com/vernix-caseosa-%E2%80%93-better-for-your-baby/
https://www.google.pt/search?q=vernix+baby&hl=pt-PT&prmd=imvns&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=H3cNUIugM8ufiAfU4sG1DQ&ved=0CF8QsAQ&biw=1600&bih=796


  
Sobre a amamentação:
http://www.llli.org/portugal.html
http://www.sosamamentacao.org.pt/


Sobre o co-sleeping:
http://www.cosleeping.org/

Sobre a alimentação para bebés:
https://www.google.pt/#hl=pt-PT&gs_nf=1&tok=FrlA6s3jnz8-360lS72a9Q&pq=strep%20b%20michel%20odent&cp=13&gs_id=lq&xhr=t&q=baby+led+weaning&pf=p&sclient=psy-ab&oq=baby+lead+wea&gs_l=&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796



Sobre a vacinação:
https://www.google.pt/#hl=pt-PT&sclient=psy-ab&q=anti+vaccine+&oq=anti+vaccine+&gs_l=hp.3..0i30l4.83799.86821.7.87452.6.6.0.0.0.4.455.2452.3-3j3.6.0...0.0...1c.KQOpOobz3kw&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1e2a5c235a637bf5&biw=1600&bih=796
http://www.sciencebasedmedicine.org/index.php/jenny-mccarthy-jim-carrey-and-green-our-vaccines-anti-vaccine-not-pro-safe-vaccine/


Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

O nosso pão é bom. Fomos nós que o fizemos!




 Hoje, ao retirar o pão do forno, senti-me emocionada.

O caminho que nós e os ingredientes do nosso pão percorreram, até chegar , hoje, à nossa mesa, merecem essa emoção.

Jamais imaginei que iria fazer pão em casa.

Nunca sonhei que iria seleccionar cada um dos elementos que constituem o meu pão, de forma escrupulosa, tendo por base o conhecimento dos seus benefícios para a saúde, condições de produção - sociais e químicas - transporte, embalamento e comercialização, inclusivamente com conhecimento de alguns dos produtores e seus métodos de produção - desde o cultivo do trigo espelta à recolha manual do sal, passando pela fermentação das maçãs que nos permitem ter vinagre.

Quando é que eu podia imaginar que iria saber o nome de cada um dos componentes de cada elemento que constitui o meu pão? As vitaminas, os minerais, os oligoelementos, desde as mocroalgas presentes do sal ao magnésio da rapadura que, eu mesma, escolhi como a melhor opção para adoçar todas as goluseimas produzidas em nossa casa?

Não pensava colcar todos estes ingredientes numa tina, amassar, moldar, esticar, podia ser uma actividade familiar tão prazerosa. Mas, é disso que se trata, de prazer.

A nossa casa, cheira a pão.

O nosso pão sabe bem, tem aroma dos campos alentejanos, das montanhas mexicanas pomares franceses, praias portuguesas e engenhos brasileiros

Muitos dos ingredientes vem de longe, seria bom produzirem-me mais perto mas, de onde virá e como será transportada a farinha que produz cada um dos bols e pães que encontramos na padaria mais próxima? De quantos produtos químicos diferentes se faz um só pão? Que mãos o amassam e com que estado de esppírito?

O nosso pão cheira bem, sabe bem, faz bem e fomos nós que o fizemos!

Pão de espelta (o da esquerda):

  • 4 chavenas de farinha de trigo espelta da Herdade do Freixo do Meio - Ao contrário do trigo comum, não pocova intolerância e é rico em vitaminas e mimerais. A farinha deste pão foi moída em moínho de pedra, dias antes da entrega, transportada para Lisboa por uma amiga que nunca vi e com quem comunico via facebook, pesada e separada em sacos por uma outra amiga, igualmente facebokiana, que já vi e abracei 3 vezes.
  • 2 chávenas de água
  • 2 colheres de sopa de vinagre de cidra biológico
  • uma pitada de sal marinho integral/ natural - contrariamente ao sal branqueado a que fomos habituados, possui nutrientes, oligoelementos e não sofre a adinção de produtos químicos
  • uma pitada de bicarbinato de sódio - igualmento purificado, sem adições químicas e alumínio.
  • uma pitada de rapadura biológica - da cana de açúcar mas, ao contrário do açúcar, apresenta um alto valor nutritivo e um baixo valor calórico. Rica numa multiplicidade de minerais e vitaminas. 
Envolver tudo lentamente, polvilhar com sementes de chia e levar ao forno, a 145 graus, durante cerca de 40 minutos. 

Receita original aqui: http://cozinhadascores.blogspot.pt/2010/01/pao-de-espelta-e-sementes-de-girassol.html

Chapati (o da direita)

  • um pouco de farinha de espelta
  • uma pitada de sal 
  • um pouco de água
Amassar, com o S. até fartar, esticar e vai ao forno.

Vale a pena ler os links 8acima) sobre a rapadura e o sal. Vale a pena conhecer como se processam o sal e o açúcar, o que se lhes retira - e depois se vende através da insdustria farmaceutica - e os quimicos que se lhes adiciona.












A tentar:
 http://spicykhazana.blogspot.pt/2009/03/rainbow-chapathi-kids-lunch-box-special.html
 http://indianfood.about.com/od/breadrecipes/ig/How-to-Make-Chapatis/
 http://crescervegan.blogspot.pt/2012/01/biscoitos-de-trigo-espelta-partir-dos-8.html

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida


 IF YOU WANT TO CHANGE THE WORLD...
... LOVE EACH OTHER...

  If You Want to Change the World Love a Man; really love him
Choose the one whose soul calls to yours clearly who sees you; who is brave enough to be afraid
Accept his hand and guide him gently to your hearts blood
Where he can feel your warmth upon him and rest there
And burn his heavy load in your fires
Look into his eyes look deep within and see what lies dormant or awake or shy or expectant there
Look into his eyes and see there his fathers and grandfathers and all the wars and madness their spirits fought in some distant land, some distant time
Look upon their pains and struggles and torments and guilt; without judgment
And let it all go
Feel into his ancestral burden
And know that what he seeks is safe refuge in you
Let him melt in your steady gaze
And know that you need not mirror that rage
Because you have a womb, a sweet, deep gateway to wash and renew old wounds

If you want to change the world love a man, really love him
Sit before him, in the full majesty of your woman in the breath of your vulnerability
In the play of your child innocence in the depths of your death
Flowering invitation, softly yielding, allowing his power as a man
To step forward towards you…and swim in the Earth’s womb, in silent knowing, together
And when he retreats…because he will…flees in fear to his cave…
Gather your grandmothers around you…envelope in their wisdoms
Hear their gentle shusshhhed whispers, calm your frightened girls’ heart
Urging you to be still…and wait patiently for his return
Sit and sing by his door, a song of remembrance, that he may be soothed, once more

If you want to change the world, love a man, really love him
Do not coax out his little boy
With guiles and wiles and seduction and trickery
Only to lure him…to a web of destruction
To a place of chaos and hatred
More terrible than any war fought by his brothers
This is not feminine this is revenge
This is the poison of the twisted lines
Of the abuse of the ages, the rape of our world
And this gives no power to woman it reduces her as she cuts off his balls
And it kills us all
And whether his mother held him or could not
Show him the true mother now
Hold him and guide him in your grace and your depth
Smoldering in the center of the Earth’s core
Do not punish him for his wounds that you think don’t meet your needs or criteria
Cry for him sweet rivers
Bleed it all back home

If you want to change the world love a man, really love him
Love him enough to be naked and free
Love him enough to open your body and soul to the cycle of birth and of death
And thank him for the opportunity
As you dance together through the raging winds and silent woods
Be brave enough to be fragile and let him drink in the soft, heady petals of your being
Let him know he can hold you stand up and protect you
Fall back into his arms and trust him to catch you
Even if you’ve been dropped a thousand times before
Teach him how to surrender by surrendering yourself
And merge into the sweet nothing, of this worlds’ heart

If you want to change the world, love a man, really love him
Encourage him, feed him, allow him, hear him, hold him, heal him
And you, in turn, will be nourished and supported and protected
By strong arms and clear thoughts and focused arrows
Because he can, if you let him, be all that you dream

If you want to love a man, love yourself, love your father
Love your brother, your son, your ex-partner; from the first boy you kissed,
To the last one you wept over
Give thanks for the gifts; of your unraveling to this meeting
Of the one who stands before you now
And find in him the seed to all that’s new and solar
A seed that you can feed to help direct the planting
To grow a new world, together

~Anonymous~





If you want to change the world, Love a Woman
By Lisa Citore

If you want to change the world… love a woman-really love her.
Find the one who calls to your soul, who doesn’t make sense.
Throw away your check list and put your ear to her heart and listen.
Hear the names, the prayers, the songs of every living thing-
every winged one, every furry and scaled one,
every underground and underwater one, every green and flowering one,
every not yet born and dying one…
Hear their melancholy praises back to the One who gave them life.
If you haven’t heard your own name yet, you haven’t listened long enough.
If your eyes aren’t filled with tears, if you aren’t bowing at her feet,
you haven’t ever grieved having almost lost her.

If you want to change the world… love a woman-one woman
beyond yourself, beyond desire and reason,
beyond your male preferences for youth, beauty and variety
and all your superficial concepts of freedom.
We have given ourselves so many choices
we have forgotten that true liberation
comes from standing in the middle of the soul’s fire
and burning through our resistance to Love.
There is only one Goddess.
Look into Her eyes and see-really see
if she is the one to bring the axe to your head.
If not, walk away. Right now.
Don’t waste time “trying.”
Know that your decision has nothing to do with her
because ultimately it’s not with who,
but when we choose to surrender.

If you want to change the world… love a woman.
Love her for life-beyond your fear of death,
beyond your fear of being manipulated
by the Mother inside your head.
Don’t tell her you’re willing to die for her.
Say you’re willing to LIVE with her,
plant trees with her and watch them grow.
Be her hero by telling her how beautiful she is in her vulnerable majesty,
by helping her to remember every day that she IS Goddess
through your adoration and devotion.

If you want to change the world… love a woman
in all her faces, through all her seasons
and she will heal you of your schizophrenia-
your double-mindedness and half-heartedness
which keeps your Spirit and body separate-
which keeps you alone and always looking outside your Self
for something to make your life worth living.
There will always be another woman.
Soon the new shiny one will become the old dull one
and you’ll grow restless again, trading in women like cars,
trading in the Goddess for the latest object of your desire.
Man doesn’t need any more choices.
What man needs is Woman, the Way of the Feminine,
of Patience and Compassion, non-seeking, non-doing,
of breathing in one place and sinking deep intertwining roots
strong enough to hold the Earth together
while she shakes off the cement and steel from her skin.

If you want to change the world… love a woman, just one woman .
Love and protect her as if she is the last holy vessel.
Love her through her fear of abandonment
which she has been holding for all of humanity.
No, the wound is not hers to heal alone.
No, she is not weak in her codependence.

If you want to change the world… love a woman
all the way through
until she believes you,
until her instincts, her visions, her voice, her art, her passion,
her wildness have returned to her-
until she is a force of love more powerful
than all the political media demons who seek to devalue and destroy her.

If you want to change the world,
lay down your causes, your guns and protest signs.
Lay down your inner war, your righteous anger
and love a woman…
beyond all of your striving for greatness,
beyond your tenacious quest for enlightenment.
The holy grail stands before you
if you would only take her in your arms
and let go of searching for something beyond this intimacy.

What if peace is a dream which can only be re-membered
through the heart of Woman?
What if a man’s love for Woman, the Way of the Feminine
is the key to opening Her heart?

If you want to change the world…love a woman
to the depths of your shadow,
to the highest reaches of your Being,
back to the Garden where you first met her,
to the gateway of the rainbow realm
where you walk through together as Light as One,
to the point of no return,
to the ends and the beginning of a new Earth.

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Na proa




 http://www.facebook.com/pages/The-Tall-Ships-Races-2012-Lisboa/137829789642186

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Trigo Espelta - Torna o Espírito Alegre

Hildegard von Bingen considerava a espelta como o melhor cereal: "É quente, gorduroso e forte, e é mais suave do que as outras espécies de cereais. Fornece a quem a come uma boa carne e um bom sangue, torna o espírito alegre e dá boa disposição seja qual forma a forma em que é consumida. É boa e agradável." Hildegard verifica e destaca na espelta uma força curativa acima de todas as outras espécies de cereais e por isso recomenda-a também como alimento para doentes. "A espelta é o melhor dos cereais, aquece e lubrifica, é leve e possui alto valor nutritivo. Quem comer espelta robustece os músculos. É de fácil digestão."

Via Consultório Rafael -
http://consultoriorafael.blogspot.pt/2012/05/espelta-triticum-spelta.html



Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

How to Improve Your Marriage Without Talking About It


Estou a ler o How to Improve Your Marriage Without Talking About It. Algures lá pelo meio tem duas listas de perguntas para responder "verdadeiro" ou "falso".

A primeira: "fear, isolation, deprivation" é para mulheres.

A segunda: Shame, adequacy, failure" é para homens.

A resposta a estas questões, ajudam-nos a perceber as vivências passadas que condicionam a forma como estamos nas relações presentes. (
http://www.tantor.com/Extras/B0554_ImproveMarriage/B0554_ImproveMarriage_PDF_1.pdf)

Segue-se (no mesmo link na pag 8) uma lista que afirmações para respondermos com verdadeiro ou falso. 
Todas elas remetem para coisas que nós, mulheres -  fazemos nas nossas relações amorosas - devido ao nosso condicionamento para o medo - que estão a matar-las dado que espoletam, nos nossos companheiros, a vergonha, sentimento de desadequação e fracasso. Podem ser "formas de estar na vida" ou sentimentos que as mulheres experenciam, sem o verbalizarem ou mostrarem fisicamente, como podem ser acções que levam os homens a sentir vergonha e, por isso, a esconderem-se, calarem-se, defenderem-se, transformarem-se naqueles muros de silêncio que não conseguimos transpor.

Quanto mais o homem tiver sido "envergonhado, magoado, criticado" na infância e juventude, mais sensível estará às alterações de humor e julgamentos da sua mulher. Quantas vezes nos perguntamos, "mas porque é que ele se fecha, esconde, ataca, quando eu estou mal?" ou "porque é que ele se porta como um idiota quando eu estou com o período?" ou ainda, "porque é que ele não me apoia quando eu mais necessito?" Perceber bem todas as coisas que fazemos e dizemos, mesmo sem nos apercebermos (da lista da pag 8, link acima) ajuda-nos a compreender as quantidades de vezes que fazemos os nossos homens sentirem-se humilhados e porque necessitam eles de responder com fuga, silêncio, agressão.

Claro que também há uma listinha deste género para eles. Não encontrei em pdf e não estou com tempo para a transcrever mas será o que farei em breve.

Este não é um caminho de culpabilização da mulher, só tenho no pdf metade da história.
 
A maioria das vezes, as agressões e criticas dela (ainda que inconscientes e apenas consubstanciadas num sentimento disperso de tristeza) advém do medo que as acções e estados de humor dele lhe provocam. Quando ela sente medo, ele sente vergonha por não ser capaz de a "fazer feliz" e isola-se, fecha-se, ataca o que só aumenta o medo e ansiedade dela.

Ela pode parar as agressões e tornar-se uma pessoa muito alegre e optimista mas se ele continuar a ter atitudes de distanciamento, fechamento, se ele continuar a ser o tal "muro intransponível", se ele continuar a procurar e dar carinho apenas quando pretende envolvimento sexual, se ele continuar a sentir-se inferiorizado e diminuído por amigos, familiares, colegas de trabalho ou até mesmo por ela - como reacção automática e não necessariamente por ter sido acossado - ela vai, como resposta automática, sentir medo e ansiedade o que aumentará a sensação de desadequação dele e lá vamos nós para o centro do tornado. Outra vez???? ufaaaaa, que cansativo, não é?

Fica o link com estas e outras questões a explorar. Aqui estão apenas alguns dos questionários e exercícios.

http://www.tantor.com/Extras/B0554_ImproveMarriage/B0554_ImproveMarriage_PDF_1.pdf

Aqui encontram o livro no google: http://books.google.pt/books/about/How_to_Improve_Your_Marriage_Without_Tal.html?id=0B3aezW1TVUC&redir_esc=y
 
Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Lisboa, 39 graus




"The world is big. Your life is big. Your child is as big as you help him to be, or as small as you make him feel." (http://justaddlightandstir.blogspot.pt/)


 









Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida
  ᠅ Feira da Ladra ᠅ - Todas as Terças, descemos a rua quatro a quatro e rumamos à Feira da Ladra, onde vendemos, compramos, trocamos e respigamos mais do que ilusões. 








Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Regresso ao trabalho, normalidade, rotinas, alegria e amor.


Bebé S. 2 meses.
Mãe de menina de 6 meses, no regresso ao trabalho, desabafa:

"Já estou a trabalhar. Ao contrário do que julgava que iria acontecer, para mim não foi muito doloroso, penso que isso se deve ao facto de estar a sofrer há tantos meses (por antecipação). Efectivamente ir trabalhar é horrivel e tenho muita dificuldade em entender porque tenho de me separar da minha filha. Não faz sentido absolutamente nenhum termos os filhos e ficarmos afastados cerca de 8horas. Que vida é esta

Que sentido isto faz? Mas o pior de tudo é q ue,ao contrário do que me aconteceu, para ela foi e é muito doloroso estar afastada de mim. Chora, come mal não dorme. Ontem quando cheguei a casa e deixei-me com ela, dormiu 2 horas nunca tinha dormindo tanto numa sesta."


Cátia Maciel respondeu:

É bom saber que custou menos do que o esperado. Utiliza esta informação para experiências futuras. Lembra-te que não vale a pena sofrer por antecipação :)

É normal a menina estranhar, não querer comer e dormir mas come e dorme quando chegas? isso é que é importante que aconteça.

Transforma o teu tempo com a tua filha em tempo de prazer. Podes ter que fazer um grande esforço para isso pois a nossa mente - e vida - está cheia de condicionamentos que nos fazem infelizes e nos afastam dos nossos filhos.

Quando chegares a casa, depois do trabalho, dedica-te a ti e a ela.

Entrega a confecção do jantar ao teu marido, se ele não conseguir, faz tu comida para toda a semana e congela. Pede às pessoas que te amam, aos familiares para vos levarem comida já feita em vez de gastarem dinheiro a comprar brinquedos e roupas para a vossa filha. Ela nunca se lembrará dessas coisas em que gastam dinheiro mas o tempo que tu e o teu marido passam com ela, a brincar e mimar, são estruturação da sua personalidade.

Se a tua filha conseguir adormecer quando chegas a casa do trabalho, dorme com ela. Deixa o jantar para quando acordares, a meio da noite ou janta no trabalho antes de sair.

Pode ser que, por dormirem profundamente assim que chagas a casa, ela acorde mais cedo e tenhas um horário só vosso, para brincarem e se conectarem, a meio da noite, madrugada ou manhã. Até pode ser que ela adormeça de manhã, mesmo antes de saíres, e assim passe algumas horas de tranquilidade, a dormir, sem ti.

Se por dormires com ela ao chegar a casa os vossos horários deixarem de ser "normais", abraça a anormalidade que é ter tempo e espaço mental para o amor em vez de uma vida com tempo e espaço para regras que nem sequer questionamos. Quando a tua filha for adolescente, quem vai querer saber se dormiam "horas certas" quando ela era bebé?

Dar prioridade à tua filha e ao amor também vai significar ter a casa em pantanas, se isso for um problema, contrata alguém para limpar a casa. Eu si que isso se paga mas é seguramente mais barato do que o preço que terás que pagar, mais tarde, em psicólogos e antidepressivos, por não te teres escolhido a limpeza da casa em vez do amor.


Põe as necessidades da tua filha à frente de todas as convenções sociais.

Para tomar banho basta um pano molhado passado nas partes mais suadas e genitais - quando ela crescer mais um bocadinho, basta uma bacia com um bocadinho de água, muitos brinquedos e alegria e ao brincar com a água ela mesma acaba por se lavar. Se ela amar, adorar o banho então força, muitos banhos para vocês e muita alegria. Mesmo que ela goste muito, lembra-te de que há dias em que pode não lhe apetecer,não forces. Também é importante sabermos que a pele dos nossos filhos não vai cair se eles não tomarem banho todos os dias, ou não tomarem banho uma vez por semana. Se tomarem banho 1 vez por mês a pele e o cabelo também não não ficar danificados. Posso atestar com o meu rapaz saudável e cheiroso (convém não esquecer de limpar, com óleo ou azeite, atrás das orelhas porque aí sim a pele vai cair).

As unhas, se não as cortares, partem-se e caem. Diz a voz da experiência. Se a situação de tornar difícil, corta-as quando estiver a dormir. Eu gosto de o fazer no carro, quando vai sentado na cadeirinha a dormir, dá mais jeito. Não faças o amor da tua vida chorar por algo tão idiota com cortar as unhas.

O cabelo, se não for lavado ou penteado, não ficará irremediavelmente estragado. Pelo contrário. Para quê fazer uma criança chorar só para os avós a verem penteadinha? Aliás, para quê fazer uma criança chorar para que a cama a veja penteadinha? Há muitos pais que fazem os seus filhos passar por enormes suplícios só para irem dormir penteados.

Para comer, basta colocar-lhe à disposição batata doce, brócolos e outros alimentos suaves bem cozidos e ela mesma explorará a comida e brincará contigo alimentando-se. Não necessitam de passar pelo suplício das colheradas de sopa e papa, boca a dentro, entre gritos.

Para vestir, qualquer coisa confortável serve e uma criança não se preocupa com roupas de dormir e de sair ou com nódoas, uma criança só quer estar confortável e ser amada.

Para dormir não são necessárias roupas especiais. Pijama é uma invenção de quem se preocupa mais com protocolos do que com noites bem dormidas.

Dormir na cama, no sofá, no colo, no pano, no chão .... desde que seja na presença de quem nos ama e quando temos sono, garantimos horas de descanso relaxante.

O que quero dizer com tudo isto é que podes minimizar os motivos que levarão a tua menina a chorar, que podes transformar os momentos que passas com ela em momentos de prazer em vez de horas de suplicio a cumprir formalidades que só interessam aos pais e aos quais a maioria das pessoas chama de "dar banho", "vestir", "dar de comer", "pôr a dormir" ... podes abolir todas estes rituais e transforma-los em momentos em que brincam juntas enquanto se molham (para os caretas "dar banho"), riem enquanto exploram novos alimentos (vulgo "dar de comer"), se mimam e adormecem juntas (pôr a dormir, para os mais rígidos).

Agarra-te a ela aos fins de semana. Já tens pano para a transportar?

Quando andarem de carro com mais um adulto, senta-te ao lado dela, vão a brincar e parem o carro para a pegar ao colo, se estiver desconfortável.

Não sou a única a defender estas ideias.

Sobre a "não dar banho" - e "não vestir pijama" -
http://sandradodd.com/toddlers

Sobre o banho de esponja e os óleos -
http://www.askdrsears.com/topics/skin-care/bathing-babies

Sobre a "exploração da comida" -
http://www.babyledweaning.com/

Escreve baby led weaning no google e supreende-te!

Sobre "adormecer os bebés" -
http://www.psychologytoday.com/blog/moral-landscapes/201112/dangers-crying-it-out

http://thestir.cafemom.com/baby/130267/cry_it_out_sleep_training/


Mãe acrescentou:

"Fiquei feliz com o que li, até porque vai mais ao menos ao encontro daquilo que acontece cá em casa. Com muita sorte vão-me buscar ao trabalho, (tenho sido rigorosa a tentar cumprir o meu horário. Mesmo indo contra os olhares reprovadores de quem me vê sair a "horas" e olha que levo mesmo muitos olhares) por isso a partir das 4 estou com ela. Quando chegamos a casa dou-lhe fruta e ela come imenso depois deitamo-nos. Aí fico serca de 1hora com ela, mais não consigo dormir. Quando acorda dedico-lhe todo o meu tempo. E por volta das 9/10h já está a dormir novamente. Porque como não dorme durante o dia, à noite adormece rapidamente ao meu colo a ouvir as ondas que tenho gravadas em cd e é nessa altura que aproveito para fazer o jantar e jantarmos (...)  Quanto à higiene, nem sempre toma banho, toma quando dá jeito, mas ela gosta muito, as unhas dos pés nunca as cortei e confirmo, elas caem! Enquanto conseguir pagar tenho uma rapariga da nossa idade que me ajuda com a limpeza da casa. Nunca deixo para amanhã a atenção que posso dar hoje."



Cara  leitora, se alguma vez respondi às tuas perguntas, dúvidas e desafafos de forma que consideres útil para outras famílias/ pessoas, envia-me as mensagens que trocamos para que sejam editadas e publicadas em wantamiracle.blogspot.com.

Envia também o link do grupo facebook, mailing list, blog onde foram trocadas as mensagens, para que sejam dados os devidos créditos.

Indica se pretendes anonimato ou indicação do teu nome, tal como nome dos teus filhos/ website/blog.

Grata pelo teu voto de confiança!

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Curamos as nossas feridas e as feridas da humanidade, através da forma como cuidados os nossos filhos.

Quem tem medo do lobo mau....






Desde que vimos este desnho animado em casa de uma amiga que o S. tem um novo fascínio, o lobo mau.

Já passamos pela biblioteca onde encontramos 3 versões diferentes da história, duas estão em nossa casa e são lidas, relidas e interpretadas umas 50 vezes por dia. Desde Sábado que receboos bons dias com o livro do Lobo Mau na cabeça e um sorridente pedido "conta mã, conta, conta para mim".
Já percebemos porque é que a casa de palha voa, a palha é leve, leve e fica guardada em fardos gigantes, comoos do lavrador ao lado da casa do avô. Andamos a ver se conseguimos lá ir construir uma cabana a sério.




Também já sabemos porque é que o tijolo não voa com o sopro do lobo. É que o tijolo é muito pesado. A nossa casa é de tijolo, não vai voar. O tijolo da nossa casa está pintado e agora o nosso tijolo do lobo mau também está pintado.

Mas, na horta construímos uma casa de palha. E agora, vao voar quando vier o lobo mau?


A aflorar estão as noções de mau e bom o que vai dar muito que explorar.





As nossas histórias dos 3 Porquinhos

http://saladaines.blogspot.pt/2008/04/os-trs-terrveis-porquinhos.html
http://www.wook.pt/ficha/os-tres-porquinhos/a/id/2919197

Os Três porquinhos em Português




O Jogo dos 3 Porquinhos e do lobo mau - http://jogos360.uol.com.br/os_tres_porquinhos.html


Para pintar - http://educacao-ale.blogspot.pt/2010/11/os-tres-porquinhos-2.html


Compras

Livro e fantoches - http://www.wook.pt/ficha/os-3-porquinhos-mala/a/id/224984


Quando estiver com falta de ideias, terei aqui muita inspiração:
http://www.contandohistoria.com/ostresporquinhos.htm

http://escolamunicipalanapaula.wikispaces.com/2o+ano


http://carlindinha.wordpress.com/page/2/


http://vivianeguimaraes.wordpress.com/2011/06/

http://comunidade.sol.pt/blogs/anatarouca/default.aspx?p=7

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

"Eu vou surfar, tu vais surfar...."






Praia de Matosinhos 


Ondas de 7 metros e mais 7 tubarões, 
Quem quer ir ao Hawai é importante ter calções
A minha tabua tem 18 caneletas
Dizem que é bom para o bottom, mas acho que é só tretas

SURF, SURF, SURF, SURF, SURF, SURF, SURF, SURF
SURF, SURF, SURF, SURF, SURF, SURF
Vamos surfar, vamos surfar
Tu vais surfar, vamos surfar

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Koviashuvik

A beleza deste projecto serviu de mote para a pesquisa de outras experiências dedicadas à aprendizagem e à família, que possam inspirar novas iniciativas, em terras Lusas.

Vale a pena seguir os links abaixo indicados. É um projecto verdadeiramente magnífico!


"To help create a world that is socially just, physically healthy and spiritually alive by teaching skills and life ways that connect people to the earth and their local community." 



http://www.soulemama.com/

http://www.koviashuvik.com/


Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Inspiração Julho 2012


http://www.examiner.com/article/art-as-an-inspirational-and-healing-gift-with-diane-goettlicher

http://deptoftheinteriordc.blogspot.pt/

http://dyingofcute.tumblr.com/tagged/home/page/2


http://bkids.typepad.com/bookhoucraftprojects/

http://www.ahappywanderer.com/2011/08/ball-maze.html
http://pinterest.com/pin/180777372511937081/
http://pinterest.com/pin/180777372511925717/
http://prepare2play.blogspot.pt/2011/07/interesting-display-ideas.html?spref=fb
http://www.apartmenttherapy.com/make-an-indoor-treehouse-149581
http://designingearlychildhoodeducationau.blogspot.pt/


Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

Inspiração Julho 2012


http://doulanatural.blogspot.pt/

http://amayum.wordpress.com/

http://www.earthboysblog.com/?p=465
http://www.gluesky.com/2009/05/natural-wood-blocks-waldorf-style/

http://www.gluesky.com/page/2/
http://www.etsy.com/listing/102556159/wedding-favor-magnets-thank-you-merci-50

http://www.bellalunatoys.com/tree-blocks.html
http://www.yellowpop.com/2012/

http://www.petitepurls.com/Fall2010/fall2010_a_handworkhome.html
http://www.live-education.com/Curriculum/Kindergarten
http://www.soulemama.com/

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida