Do you speak English? | Parlais vous Français?

Saúde debilitada durante a gravidez

A gravidez é um período em que o nosso organismo se encontra mais reactivo e no qual podemos experienciar um agravamento de problemas de saúde que que já conhecíamos, tal como, ficar a conhecer novos pequenos e grandes incómodos físicos. Entre eles encontram-se, muito frequentemente, um ou mais dos seguintes problemas:

- cansaço;
- confusão mental;
- sensação de peso;
- sinusite;
- borbulhas/ acne;
- herpes aqui e ali;
- infecções urinárias;
- candidiase;
- edema pélvico;
- hemorroidas;
- hernias;
- Eczema;
- aftas;
- conjuntivite.


O que não comer?

Numa abordagem nutricional, podemos pensar em fazer uma dieta de eliminação que nos permita compreender quais os alimentos que estão a provocar uma reacção inflamatória no organismo. Por ordem decrescente, os mais comuns são:

- Lacticínios pasteurizados e homogeneizados. Existe no mercado português leite de vaca microfiltrado da marca Lait Plaisirs. É biológico, claro.

- Açúcar;

- Trigo/gluten (dependendo do grau de sensibildiade/ alergia);

- Toxicidade no organismo, nomeadamente no que diz respeito ao glutamato e espartame.

- Soja e milho transgénicos - que actualmente é quase toda a soja e milho produzido no mundo já que as sementes voam e as trangénicas são dominantes contaminando as culturas não trangénicas;

- A generalidade dos produtos refinados.

O ideal numa situação em que o intestino está debilitado ao ponto de não ser capaz de eliminar a toxicidade e potencial inflamatório dos alimentos listados acima (o que um organismo dito normal não tem dificuldade em fazer) seria iniciar um processo de desintoxicação (limpeza do organismo e eliminação de alimentos) associado a uma cura/ recuperação da mucosa intestinal mas, como estamos perante uma gravidez, concentre-mo-nos na eliminação de alimentos potencialmente alérgenos e recuperação da mucosa intestinal.

Dado que a visão do que "não comer" é geradora de stress, especialmente na gravidez, sugiro apenas que se eliminem os produtos acima listados durante, pelo menos, 21 dias, o ideal será durante 3 meses, podendo depois ser gradualmente introduzidos de forma a verificar se algum dos sintomas regressa.

E então, o que comer?


Há alimentos que são garantes de uma boa recuperação intestinal (não estamos a falar em prisão de ventre, estamos a falar de mucosa intestinal danificada). Entre eles, estão:


- chá de urtigas;

- muitas gorduras saudáveis como óleo de côco manteiga Ghee biológica;

- peixe;

- ovos de galinhas não alimentadas a ração;

- cozinhados em manteiga Ghee;

- vegetais, especialmente os de folha escura (que podem ser ingeridos triturados, crus e regados com manteiga Ghee);

- carne vermelha de animais alimentados a pasto;

- sumos verdes (podem ser feitos com Chá de Urtiga, espinafres, agriões, óleo de côco, leite de côco...);

- pouca fruta;

- kefir de leite cru/ microfiltrado/ leite de cabra/ovelha/ burra e, na falta destes, kefir de água ou kefir de água de côco;

- vegetais fermentados;

- caldo de galinha ou de peixe com vegetais, bebido pela manhã;

- óleo de fígado de bacalhau fermentado;

- óleo de côco várias vezes por dia, pode ser ingerido directamente da colher ou a acompanhar a comida;

- aumentar a ingestão de proteínas de forma a sentir-se mais saciada e ter menos desejos de farinhas brancas e açucares. Podemos ingerir proteínas ao pequeno almoço, sejam de origem animal ou outras;

- comer a cada duas horas também ajuda a eliminar os desejos de açucar e farinhas brancas;

- fazer lanches de queijo e vegetais crus (acreditem que, triturados e regados com manteiga são uma maravilha). Se não conseguirem queijo biológico de leite cru, a melhor opção é queijo biológico gouga.

- arroz integral, diariamente, demolhado por, pelo menos, 12 horas e, biológico. pode ser colocado a demolhar com alga kombu para adicionar cálcio;

- Atirar tudo o que contenha açúcar, refinados e químicos para o lixo, a limpeza interna pode começar com um acto ritual de limpeza externo;


O que mais posso fazer para recuperar a mucosa intestinal?


Ingerir muitos probióticos. Legumes fermentados e kefir feitos em casa são a melhor opção mas para uma emergência - i.e. quando o organismo está já inflamado, quando temos a dor e desconforto de uma das doenças acima listadas - comprar probióticos de laboratório. Eu gosto do Biogaia porque não conheço mais nenhum. Se souberem de algo melhor, agradeço a informação. Ingerir 15 gotas de Biogaia, durante 3 dias e depois como indicado na bula.

Quais os riscos de manter a minha actual alimentação?

Para além de uma gravidez desconfortável e um parto difícil - seja pelo surgimento de infecções várias ou pela dor provocada pelo edema pélvico e/ou hérnias, por exemplo - há o risco de estarmos gerar um bebé com um intestino sensível, atreito a intolerâncias alimentares e às memas doenças que nos atormentam.


Uma mulher grávida deve-se concentrar em alimentos de nutrientes densos, o açúcar e as farinhas refinadas não vão dar ao bebé os nutrientes de que ele necessita, especialmente num intestino debilitado que não é capaz de extrair da alimentação os poucos nutrientes que ela contém mas que deixa passar para a corrente sanguinea todas as toxinas - por isso mesmo o organismo se inflama dando sinais de todas aquelas doenças, acima listadas, que nos fazem parar e perceber que algo não está bem.

Não é mágico que o nosso corpo se inflame e nos dê sinais de alerta para percebermos claramente que o nosso bebé necessita de mais e melhores nutrientes?

Grata Às maravilhosas terapeutas do grupo Heal Thy Self que me ajudaram a construir este texto para a minha querida amiga, mãe mulher.

Queridas leitoras, se não compreenderem algo neste texto, verifiquem se existem respostas nos links que se seguem. Caso não as encontrem, escrevam-me que esclareço. Imagino que esse seja o caso pois, com a alimentação a que estamos habituados, coisas simples como compreender o que é um alimento refinado, o que são fermentados, onde encontrar e como fazer kefir, podem ser um verdadeiro desafio.

Pode interessar, neste blog:


Cândida Albicans

Nutrient Dense Foods - Construir Saúde, todos os dias

Utilizações do óleo de côco

Legumes fermentados com sal - receita simplificada


Remédios caseiros para a doença do frio

Como saber se necessito de probióticos?

Nutrient Dense foods - construir saúde todos os dias


Master Tonic

Receitas de Pão

Snacks

Alimentação Simplificada

Caldo de galinha

Master Tonic

Parece difícil? Queres mudar ou queres sentar, durante toda a gravidez, e lamentar a infelicidade de seres tão doente?


Se este trabalho te fizer sentido, e desejares agradece-lo através de uma doação, gostaria muito de receber uma embalagem de Sulfato de Magnésio, urtigas, óleo de côco ou outro dos alimentos acima descritos (desde que biológicos). Bem hajas pela tua companhia. 

Gratidão ♥ *•.¸Paz¸.•♥•.¸Amor¸.•♥•.¸Sabedoria¸♥ •.¸Prazer¸.•♥•.¸Alegria¸.•♥•.¸¸ Vida

No comments:

Post a Comment